Turismo em Buenos Aires

0
25/06/2015

Amores, há poucos dias atrás estive em Buenos Aires com meu namorado passando uns dias de férias, a viagem foi simplesmente incrível! Eu AMO viajar! Já morei em Amsterdam na Holanda, durante 1 ano e fiz uma promessa de conhecer 10 pessoas, mais ou menos 1 a cada mês, promessa cumprida! Hoje conheço 13 países. Depois que fui morar no México foi mais difícil conhecer tantos países, mas conheci várias cidades legais por lá!

Bom, quando fui pra Buenos Aires pesquisei bastante sobre passeios turísticos, sobre a cidade, câmbio etc, e encontrei bastante coisa, mas senti falta de opiniões e não apenas citações de locais. E é isso que irei fazer hoje! Vou deixar aqui registrado os lugares que conhecemos e minha sincera opinião sobre cada um deles.

CLIMA: Fui no início de Junho, estava frio, mas não tanto! Durante o dia estava calor, sol, céu azul e a noite caia mais a temperatura. Cerca de 15 graus. Em Julho faz sim muito frio!

VOOS: Fomos de Gol, saindo de São Paulo a viagem dura pouco menos de 3 horas. Emirates e Aerolineas também fazem o itinerário. Procurei passagem durante algumas semanas e acabei encontrando ida e volta (saindo de BH) por cerca de R$850,00. O vôo atrasou cerca de 1 hora na ida e 2 horas na volta, sendo que na volta perdemos a conexão para BH e dormimos no Rio, tudo por conta da Gol.

AEROPORTOS: Em Buenos tem dois grandes aeroportos, o Aeroparque e o Ezeiza. Nós chegamos no Aeroparque, que é o aeroporto mais próximo, e pegamos o táxi do aeroporto mesmo, lá fora e fomos até o centro, o táxi deu cerca de 180 pesos, demoramos cerca de 20 minutos, pois não tinha trânsito. Na volta fomos por Ezeiza, que é o aeroporto mais longe, pegamos um táxi recomendado pelo hotel e pagamos 360 pesos, demoramos cerca de 40 minutos. Se for uma turma vale a pena pegar um ônibus ou uma van até o aeroporto. Tem uma empresa que chama Tienda Leon que tem um ponto no Puerto Madero e leva para o Ezeiza de ônibus com saída de 30 em 30 minutos, e custa cerca de 140 pesos.
Site Taxi Ezeixa: http://www.taxiezeiza.com.ar/

**Táxi em Buenos Aires é bem perigoso, portanto não pegue táxi em qualquer lugar e sempre pague com notas pequenas.

HOTEL: Ficamos no hotel Rochester. Na verdade essa é uma rede de hotéis, e todos são ótimos. Ficamos no hotel Rochester Classic, que fica SUPER bem localizado, na rua Esmeralda que fica há duas quadras da rua Florida que é uma rua bem famosa do centro de Buenos Aires. Ficamos 6 dias e comprei o pacote do hotel no Decolar por cerca de R$700,00 com café da manha para casal. O quarto de casal não é tão grande, mas tem um espaço bacana, banheiro com banheira, calefação e o café da manha é simplesmente maravilhoso, muito bom! É tudo bem limpinho e novo e os funcionários são super solícitos. Minha única reclamação do hotel é realmente a internet. Eles liberam wi-fi apenas no lobby e não pega tão bem, já no quarto não pega nada! Se você quiser contratar internet no quarto, custa 49 pesos.

No lobby do hotel.

CAMBIO: Chegamos em Buenos Aires no sábado a noitinha, para pagar o táxi trocamos real por peso no aeroporto mesmo no Banco de la Nación que é super confiável, mas o peso estava 3,10. Quando chegamos fomos dar uma volta no centro e fui a uma lotérica perguntar se eles trocavam dinheiro e me levaram até uma mulher que trocaria real por peso a 3,60 em uma loja de souvernir. Em Buenos Aires isso é bem comum, caminhando pelo centro você ouve o tempo todo "Câmbio! Câmbio!", mas cuidado com notas falsas etc. Pra quem tem dólar, vale MUITO mais a pena trocar por peso, que sai cerca de 12,50.

PASSEIOS: Essa mesma mulher que nos levou até a loja, nos levou a uma agência de turismo para ver passeios. Pelo centro, principalmente na rua Florida, você é abordado de segundo em segundo por pessoas querendo te vender pacotes. Enfim, como tínhamos chegado no sábado a noitinha e domingo tudo era fechado já fomos comprar pacotes, pegamos como base os preços dos pacotes do hotel.
A agência tinha funcionários brasileiros e todos foram super simpáticos com a gente. Tínhamos poucos dias então fechamos: um show de tango no Madero Tango (com direito a transporte até o local, jantar, bebida liberada, show de tango, aula de tango, certificado, dvd e foto), passeio ao ZOO Luján (com direito a transporte, visita a Basílica de Luján, entrada e guia) e  City tour (cerca de 3 horas passeando pelos pontos turísticos da cidade). Fechando esses três por 1500 pesos por pessoa, ganhamos ainda um jantar para o casal em um restaurante próximo ao hotel e um City tour de compras! Vamos falar sobre cada um deles.

Recomendo a agência e aqui está os contatos: GASPAROTTO: Calle Lavalle 835, Galería Paseo Lavalle, local 26. Tel: (00 54 11) 4328 6689. Site: www.gasparotto.com.ar

Casa Rosada.
MADERO TANGO: Quando chegamos na agência queríamos assistir o show no Señor Tango, mas a funcionária nos convenceu, pois tinha bastante coisa inclusa no pacote. Uma van busca a gente no hotel e leva até o local, que fica no Puerto Madero, lugar lindo! Lá mesmo jantamos. O show de tango é lindíssimo e dura cerca de 1 hora e meia, logo depois os dançarinos nos ensinam passos básicos de tango, é super divertido, e até certificado ganhamos. Gostei! Custou cerca de 500 pesos por pessoa.

Madero Tango no Puerto Madero.
ZOO LUJÁN: Amei! Foi meu passeio preferido! A van nos buscou no hotel com uma guia e fomos até a cidade de Luján que fica a 70km de Buenos Aires. Fomos primeiro na Basílica de Luján que é a padroeira da cidade e depois fomos pro zoológico. Podemos tirar fotos com vários animais, como leão e tigre, e a guia explica tudo sobre o lugar pra gente e é super legal! Vale a pena passar o dia lá curtindo os animais e o local. O passeio custou cerca de 800 pesos por pessoas. Somente entrada custa 400 pesos.

Basílica de Luján.

Zoológico de Luján.
CITY TOUR: Acho legal fazer City tour quando você não tem muito tempo para conhecer a cidade, pois conhece tudo de uma vez de forma resumida e depois você visita o lugar que mais se identifica. A gente já tinha caminhado por alguns locais, então pra gente o City tour foi mais ou menos, também por que ficamos em uma van, e não em um ônibus aberto. Não sabia! Prefiro aqueles ônibus abertos para esse tipo de passeio. Mas foi baratinho e valeu a pena, pois tudo é bem longe. O passeio custou cerca de 150 pesos por pessoas.

No próximo Post farei um resumão pra vocês sobre Guia de compras, e aí colocarei sobre o City tour de compras que ganhei da agência.

Além desses passeios que compramos, também andamos bastante pela cidade. Pegamos um mapa no hotel e começamos a caminhar. Alí no centro está o Obelisco, ponto importante, e logo próximo o Teatro Cólon, não fomos, mas conversei com pessoas que foram a shows e amaram, vale a pena conferir o calendário! Esse teatro é um dos maiores, mais lindos e com melhor acústica do mundo! Há poucas quadras do Obelisco está a praça com a Casa Rosada e a Catedral, e aos domingos logo na esquina da Casa Rosada se inicia a feira de San Telmo na rua Defensa. A feira é enorme e chega até uma praça no bairro San Telmo. Na feira vimos muita cultura e coisas baratinhas, ótimo pra comprar souvenir.
Site Teatro Cólon: http://www.teatrocolon.org.ar/pt/

Obelisco.
SAN TELMO e CAMINITO: Da feira de San Telmo pegamos um táxi (cerca de 70 pesos) e fomos até o bairro La Boca, na rua Caminito. O lugar é bem pequeno, com poucas ruas, mas é super lindo! Casas pintadinhas, bons restaurantes, tango etc. Sabe por que as casas são coloridas? La Boca é um bairro simples que tem um porto, os homens que pintavam seus barcos presenteavam os imigrantes e moradores do bairro com os restos de tinta, por isso casas com blocos diferentes de cores.
Cuidado no Caminito! La Boca é um bairro perigoso e tem ruas desertas. Conhecemos um casal de brasileiros que tinham sido assaltados com arma na cabeça em frente ao La Bombonera. Evitem passar por lá nos dias de semana, prefiram domingo, pois tem mais movimento.
Falando em La Bombonera... não acho nada demais em estádio, rs. Mas pra quem gosta o estádio tem um museu, é cerca de 85 pesos para entrar e conferir tudo. Não entramos!

Caminito.
BAIRROS: Além do Centro, do bairro de San Telmo e La Boca, existem outros bairros bem famosos e turísticos por Buenos Aires. São eles Palermo, Recoleta e Puerto Madero. Vale a pena caminhar, ir nas praças, feiras e restaurantes. São lugares lindos.

Palermo.
RESTAURANTES: Fomos em um restaurante muito famoso pelos brasileiros lá no Puerto Madero, é o Siga La Vaca. Muitos recomendam, mas eu não recomendo! Não gostei! Custa 220 pesos por pessoa e você tem direito ao buffet e carne liberado, 1 litro de bebida e sobremesa. A carne não estava legal, sem gosto (todas na Argentina são sem sal rs) e o buffet estava sem graça rs. Acabei comendo salada, batata frita e sobremesa, rs. Como a gente andava e passeava muito durante o dia, a noite a gente morria de preguiça de sair, por isso não conhecemos muitos restaurantes e nem baladas. Fomos a restaurantes muito bons, mas próximos ao hotel.

BALADA: Não fomos em nenhuma. Mas pelo que escutei recomendam muito o Asia de Cuba que fica no Puerto Madero, que tem jantar e depois vira boate. e o Rosebar que fica no Palermo. Na próxima quero ir!
Site Asia de Cuba: http://www.asiadecuba.com.ar/
Site Rosebar: http://www.rosebar.com.ar/

TRANSPORTE: Achei o transporte bem simples por lá. Andamos muito de táxi, pois é bem barato. Mas se precisarem pegar ônibus é bem fácil e depende do destino, mas o preço varia entre 3 e 6 pesos. Para pegar ônibus você precisa do cartão e ele vende em bancas por 30 pesos, dai é só colocar créditos em loja de conveniência.

Já falei demais, agora é hora de conferir o Guia de Compras!


Besos :P

0 comentários: